Dia Mundial da Energia: EDP reforça dicas de consumo consciente durante a quarentena

Dia Mundial da Energia: EDP reforça dicas de consumo consciente durante a quarentena

O Dia Mundial da Energia é comemorado todo dia 29 de maio com o objetivo de reforçar a conscientização sobre o uso eficiente e racional da energia elétrica. Para potencializar a data, a EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, ressalta orientações para evitar o desperdício de energia dentro de casa, durante a quarentena. Um levantamento realizado pela Companhia em abril detectou um aumento médio no consumo das residências da área de concessão de cerca de 9%, em relação ao mesmo período de 2019.

Por conta da pandemia de coronavírus, várias empresas, entre elas a EDP, adotaram o home office como medida de prevenção, para minimizar aglomeração de pessoas nos ambientes físicos. Além disso, com as escolas fechadas, crianças e adolescentes estão mais tempo em casa, e, para o bem-estar de toda a família, é comum haver o aumento do uso de equipamentos eletroeletrônicos.

Neste cenário, por mais difícil que seja, torna-se ainda mais importante ficar atento ao uso adequado de cada aparelho, evitando desperdício de energia e, consequentemente, o aumento na conta de luz. “Além de as famílias estarem passando mais tempo em casa, por trabalharem em home office ou devido ao isolamento social, estamos passando por dias de baixa temperatura. Sabemos que nos dias mais frios as pessoas mudam os hábitos de consumo e, principalmente, aumentam o tempo do banho e a temperatura do chuveiro, o que pode refletir no consumo total da casa”, explica o gestor executivo de relacionamento da EDP, Roberto Miranda.

Pensando nisso, a EDP reuniu 10 dicas para auxiliar na utilização eficiente da energia durante a quarentena, confira:

1) Iluminação. Aproveite ao máximo a luz natural do dia e lembre-se de sempre apagar as lâmpadas que não estiver utilizando. Se possível, substitua as lâmpadas incandescente e fluorescentes compactas antigas por lâmpadas de LED, que duram mais e gastam menos energia.

2) Chuveiro. Com a chegada das baixas temperatura, geralmente os banhos se tornam mais longos e mais quentes, gastando mais água e energia. Para evitar este tipo de situação, programe o banho da família para o período mais quente do dia, e, se possível, use o chuveiro na posição “verão”, já que a economia do equipamento nesta configuração pode chegar a 30%. Vale lembrar que o tempo ideal para um banho sem desperdício é de 5 a 8 minutos. Além disso, não é indicado reaproveitar uma resistência queimada, pois pode acarretar elevação no consumo elétrico, além de risco à segurança.

3) Geladeira. Este equipamento corresponde, em média, a 30% do consumo total de uma residência. Mesmo estando em casa, procure não abrir a geladeira com frequência. Antes de puxar a porta, pense no que precisa retirar, ou seja, diminua o tempo em que a porta ficará aberta. Aproveite a chegada do frio para verificar se o termostato da geladeira está na temperatura adequada.

4) Máquina de lavar e ferro de passar roupa. Junte o máximo de roupas, otimizando o uso da máquina de lavar em sua capacidade máxima. O mesmo vale para o ferro de passar roupas. O ideal é utilizar uma ou duas vezes por semana estes equipamentos.

5) Aquecedor/ar-condicionado. Se necessário, utilize o equipamento somente em ambientes fechados, com janelas e portas bem vedadas. Mantenha sempre limpo o filtro de passagem do ar para que não haja necessidade de esforço extra do aparelho, o que consome mais energia.

6) Eletrônicos. Ao terminar o trabalho no computador, desligue o equipamento eletrônico, inclusive tirando-o da tomada, pois a função stand by também consome energia. Para evitar o desperdício, programe a proteção de descanso de tela quando o equipamento não estiver em uso. Quanto à televisão, não durma com o aparelho ligado e, se for o caso, coloque a programação Sleep.

7) Celular. Quando o aparelho não estiver em carregamento, retire-o da tomada. Faça o mesmo com o carregador. A energia gasta é pequena, porém ganha outra dimensão quando se soma ao gasto de energia de todos os demais aparelhos. Por questão de segurança, não utilize o celular enquanto o aparelho é carregado na tomada.

8) Benjamim. Evite ligar mais de um equipamento na mesma tomada, usando benjamins ou “T”, pois tal procedimento, além do aumento do consumo, aumenta a chance de curto-circuito. Em caso de necessidade, utilize o filtro de linha com fusível, evitando aquecimento da fiação e desperdício de energia.

9) Na hora de comprar. Ao comprar um novo equipamento, verifique sua classificação na Etiqueta do Inmetro, que indica o grau de eficiência energética e economia do produto. Nessa etiqueta, é possível conferir a eficiência de diversos aparelhos em uma escala que vai de E — menos eficiente — até A — mais eficiente.

10) Cuidado com as instalações. As instalações elétricas internas das residências devem sempre estar em bom estado e com as cargas energéticas instaladas de forma equilibrada, evitando possíveis fugas de corrente e acréscimo de consumo.

Fonte: EDP

Nenhum comentário

Adicione seu comentário