Melhores práticas para o gerenciamento de locais de construção em tempos da pandemia do coronavírus

Melhores práticas para o gerenciamento de locais de construção em tempos da pandemia do coronavírus

Visão global

Desde 11 de março a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou a pandemia do novo coronavírus e isso trouxe reflexos em praticamente todo o mundo. No Brasil, foram adotadas uma série de medidas, restringindo a circulação de pessoas e medidas de distanciamento, como forma de evitar a transmissão do vírus. Na indústria da construção civil – incluindo as empresas instaladoras, os canteiros de obras continuam a funcionar com poucos entraves. Visando divulgar as boas práticas globais, adotadas para o setor da construção, a Abrinstal fez uma tradução livre de um documento que recebeu do governo do Estado de Victoria, na Austrália, e está repassando para seus associados e parceiros. Veja a íntegra do material: https://www.dhhs.vic.gov.au/coronavirus. Ele fornece orientações para reduzir a propagação do coronavírus na indústria da construção.

Isolamento voluntário

Se o trabalhador apresentar sintomas semelhantes aos da gripe ou ter tido contato próximo com um caso confirmado do novo coronavírus, deve:

• não comparecer ao trabalho;

• entrar em contato com o diretor do projeto / gerente geral para obter mais informações e

• não retornar até que tenha sido liberado por um médico.
É importante implementar processos claros para identificar pessoas que tiveram contato com alguém se testou positivo para o novo coronavírus. Considere e planeje a continuidade dos negócios caso os trabalhadores tenham que se auto isolar.

Os trabalhadores devem minimizar a interação com pessoas vulneráveis, incluindo idosos e aqueles com sistema imunológico comprometido.

No dia a dia no local de trabalho

Distanciamento físico

O distanciamento físico de 1,5 metro entre os trabalhadores deve ser implementado sempre que possível. Onde isso não for possível, o tempo que os colaboradores passam nos locais de trabalho deve ser reduzido. Em muitas cidades aqui no Brasil, o uso de máscara é obrigatório. Seu uso, como medida preventiva, é recomendado nas cidades onde não existe essa obrigação. Equipamentos de EPIs são incentivados, principalmente para trabalhadores que precisam estar próximos uns dos outros por longos períodos.

Se o espaço permitir, aumente o espaçamento em locais fechados, como escritório, de forma a manter 4m2 por pessoa. Introduza restrições ao número de visitas ao escritório e delimite horário para que elas ocorram.
Reduza o número de funcionários não essenciais no local, adote o home office, sempre que possível.

Alterne os intervalos para refeições e aumente o espaçamento entre as mesas.

Considere medidas para reduzir o número de trabalhadores no local, por meio da alteração escalonada do horário de entrada.

Higiene

Exiba informações de saúde em locais importantes no canteiro de obras, como áreas de alimentação, escritórios, banheiros, vestiários, elevadores e entradas do local.

Recomende a lavagem frequente das mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.

Implemente uma boa etiqueta da tosse, cobrindo a tosse e o espirro, ou tosse no cotovelo ou ombro.

Não toque nos olhos, nariz ou boca.

Forneça desinfetante, principalmente álcool em gel, para as mãos nas entradas e saídas do local. Comunique a todos os funcionários onde estão localizados desinfetantes para as mãos e incentive seu uso regular.

Manutenção de espaços compartilhados

Reduza o uso de ferramentas compartilhadas e verifique se estão sendo higienizadas regularmente.

Implemente a limpeza duas vezes ao dia de superfícies como maçanetas, corrimãos da escada, interruptores de luz, botões de elevadores, portas de geladeiras e de microondas, utensílios de cozinha, entre outros.

Evite reuniões presenciais, adote medidas alternativas, como ligações telefônicas ou videoconferência.

Mantenha o local limpo e forneça latas de lixo para os tecidos e qualquer EPI usado. Esvazie as caixas regularmente e remova-as do local.

Comunicação

Estabeleça uma estrutura de comunicação com os empregados.

Informe aos funcionários sobre acordos de férias para aqueles que não podem trabalhar.

Reforce as mensagens do diretor de saúde sobre a gravidade da pandemia e a importância do distanciamento.

Incentive os trabalhadores a apresentar ideias práticas para mudar o dia a dia no trabalho para evitar a propagação do novo coronavírus.

Nenhum comentário

Adicione seu comentário