EVENTOS
 

WORKSHOP: Uma análise sobre a Gestão de Energia e Usos Inovadores do GN na indústria no cenário internacional e no Estado de São Paulo
01/12/2016


Mercado do gás natural ganha novo fôlego com novos programas
Governo Federal lançou o Gás para Crescer e em São Paulo foi criado o "Plano Estadual do Gás Natural"

O gás natural vive um bom momento para conseguir ganhar novos mercados. Tanto o governo federal como o do Estado de São Paulo lançaram programas de incentivo ao energético. No âmbito federal, foi lançado o programa "Gás para Crescer", do Ministério de Minas e Energia (MME). O estado de São Paulo, criou o "Plano Estadual do Gás Natural". "O empenho dos governos para o setor de gás é o mais favorável dos últimos dez anos. Além disso, o produto está bem competitivo em relação à energia elétrica, um dos seus maiores competidores", disse o professor do Instituto de Energia e Ambiente da USP, Edmilson Moutinho dos Santos, no workshop "Uma análise sobre a Gestão de Energia e Usos Inovadores do GN na indústria, no cenário internacional e no Estado de São Paulo", que foi realizado no último dia 1º e dezembro, na Fiesp.

No programa paulista, o gás natural é considerado o insumo de transição para as energias renováveis e deverá ser fomentado nos próximos anos. A projeção do governo é que até 2029, deverá dobrar o número de municípios atendidos, passando dos atuais 143 para 285, o que compreenderia 44% das cidades paulistas, atendendo 5,2 milhões de clientes. Esse crescimento demandaria um investimento por parte das distribuidoras de R$ 12,8 bilhões nos próximos anos.

"Esse é o momento de trabalharmos para o uso inovador do gás natural. Ainda tem muitas aplicações industriais que podem ser exploradas no contexto dos Arranjos Produtivos Locais - APLs, com ganhos de economia de energia, de eficiência e produtividade", afirma Santos.

Além do bom momento institucional para o avanço do gás natural, a questão tarifária também é bastante positiva. De 2013 a 2015, no estado de São Paulo, o preço médio das contas de eletricidade subiu 66%, frente a um aumento de 15% na tarifa do gás.

Para o diretor executivo da Abrinstal, Alberto J. Fossa, o fase atual abre boas perspectivas para a realização de novos projetos de Pesquisa & Desenvolvimento na área de gás natural. "É preciso ter um olhar inovador, que tenha uma compreensão tecnológica apurada, que conheça o que mais moderno na área de gás está sendo aplicado no mundo, e que também tenha uma vertente de mercado", disse Fossa.

O Workshop, que contou com cerca de 40 participantes,foi divido em quatro paineis, que abordaram as ações de promoção e gestão de energia nos Estados Unidos e na América Latina no Setor Industrial, da ISO 50001, com a apresentação de cases de 12 países, e dos usos inovadores do gás natural e a promoção de eficiência energética em arranjos produtivos locais.

Download Apresentações:

Abertura Comgas
US Dept. of Energy - Updates of U.S. Policies and Programs for Energy Management
Unido - Overview of UNIDO Energy Management System Programme
Usos Inovadores do Gás Natural (GN) – Promoção da eficiência energética em Arranjos Produtivos Locais (APLs)
IEE - Usos inovadores do gás natural e a promoção da eficiência energética em Arranjos Produtivos Locais

Fotos:

Bruno Anicci
Comgás
Edmilson Moutinho
IEE - USP
Graziela Siciliano
Depto de Energia
dos EUA
Alberto J. Fossa
Abrinstal
Bruno Anici
Comgás
Felipe Sgarbi
Abrinstal
Alexandre Gallo
IEE - USP
Público

Acesse a programação original do evento.



 
Abrinstal - Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência de Instalações