NOTÍCIAS
 
Inovação tecnológica da Tintas Sherwin-Williams gera economia
12/9/2017

Com a intenção de reduzir a proliferação de micro-organismos nas áreas externas dos tanques de aço de carbono e de concreto, reduzir a fixação de sujeira e fuligem nas superfícies e reduzir o custo e a frequência das lavagens de alta pressão nestes tanques, um cliente da Tintas Sherwin-Williams do segmento de petróleo adquiriu uma inovação tecnológica de acabamento, que deixa a superfície com o efeito de limpeza.

Ou seja, a partir da aplicação do Macropoxy 646MR FC Epoxy, o tanque se mantém com a aparência de novo, pois a sujeira é facilmente removida quando em contato com a chuva, com a ação do vento e até mesmo com as lavagens de baixa pressão.

Este produto impede a ancoragem das partículas de sujeira nos tanques. "Assim, a superfície irá promover uma espécie de proteção extra e de fácil limpeza. Esta solução tem sido muito utilizada na indústria porque em ambientes costeiros, por exemplo, ou, de alta umidade, é muito comum que durante o processo de cura do poliuretano, ocorra a formação de micro-poros em seu filme. Isso não ocorrerá com a aplicação do Macropoxy 646MR FC Epoxy", explicou Priscila Tavares, coordenadora de Desenvolvimento de Negócios de Mercado da Tintas Sherwin-Williams do Brasil.

De secagem muito rápida, esta tinta foi desenvolvida para a pintura de superfícies novas e para a manutenção; pode ser utilizada como primer e acabamento, assegurando a proteção também para as bordas, cantos e cordões de solda. Com baixo VOC (Compostos Voláteis Orgânicos) e baixo odor, o produto tem alta resistência química e à abrasão e pode ser aplicado em áreas de fabricação industrial, refinarias, fábricas de papel e celulose, indústrias químicas, plataformas offshore, plantas de tratamento de água e concreto selado com verniz epoxy. Na foto, no lado esquerdo, o tanque sem a tinta da empresa; e à direita, tanque com a tinta da Sherwin-Williams.

Fonte: Revista da Instalação

 

Notícias anteriores

 
Abrinstal - Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência de Instalações