NOTÍCIAS
 
Fapesp e Shell lançam Centro de Inovação em Novas Energias
11/6/2018

O Local desenvolverá dispositivos de armazenamento de energia com emissão zero ou próximo de zero

A Fapesp, a Shell Brasil, a Unicamp, USP e o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), lançaram no fim de maio de 2018, durante evento na sede da Fundação, o Centro de Inovação em Novas Energias (CINE). O Local receberá investimento de R$110 mi em cinco anos, no âmbito do Programa Fapesp Centros de Pesquisa em Engenharia, para desenvolver dispositivos de armazenamento de energia com emissão zero (ou próximo de zero) de gases de efeito estufa e que utilizem como combustível fontes renováveis, além de outras novas tecnologias.

A Shell aportará um total de R$34,7 mi, enquanto a Fapesp reservou um investimento de R$23,14 mi. Outra parcela de R$53 mi virá da Unicamp, USP e Ipen como contrapartida econômica, na forma de salários de pesquisadores, pessoal de apoio, infraestrutura e instalações. “Estou contente em participar do lançamento do Centro de Inovação em Novas Energias, porque ele abre novas fronteiras e combina as necessidades da Fapesp e da Shell em apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico com o virtuosismo de cientistas, que querem expandir as fronteiras do conhecimento”, comenta José Goldemberg, presidente da Fapesp.

O CINE terá quatro divisões de pesquisa, com sedes na Unicamp (Armazenamento Avançado de Energia e Portadores Densos de Energia), na USP (Ciência de Materiais e Químicas Computacionais) e no Ipen (Rota Sustentável para a Conversão de Metano com Tecnologias Químicas Avançadas), e que desenvolverão, ao todo, 20 projetos.

A missão do centro será produzir conhecimento na fronteira da pesquisa e, paralelamente, transferir tecnologia para o setor empresarial. As pesquisas poderão gerar resultados que serão usados pela Shell para gerar startups ou firmar parcerias com outras empresas. “Uma das coisas que diferencia esse novo centro é que os pesquisadores ligados a ele não pretendem fazer avanços incrementais, mas realizar pesquisas avançadas que possam ter impacto no mundo”, disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

A FAPESP apoia Centros de Pesquisa em Engenharia em parceria com as empresas GSK, com sedes na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e no Instituto Butantan; outro com a Shell, instalado na Escola Politécnica da USP; com a Peugeot Citroën, na Unicamp; e mais um com a Natura, na USP.

Estão em vias de serem constituídos outros centros em parceria com: Embrapa, em mudanças climáticas; Statoil, em gerenciamento de reservatórios e produção de petróleo e gás; Usina São Martinho, em medidas sustentáveis para o controle de doenças que afetam a cana-de-açúcar; Koppert, em tema controle biológico de pragas.

O Centro de Inovação em Novas Energias foi composto a partir de uma chamada de propostas lançada pela FAPESP em parceria com a Shell em abril de 2017.

Mais informações sobre o novo Centro estão disponíveis no link: http://agencia.fapesp.br/fapesp_e_shell_lancam_centro_de_inovacao_em_novas_energias/27884/

Fonte: Fapesp

 

Notícias anteriores

 
Abrinstal - Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência de Instalações